BRASILEIRA LAURA PIGOSSI COM ENTRADA SEGURA

Foi com uma entrada autoritária que a brasileira Laura Pigossi, primeira cabeça-de-série e 130.ª do ranking WTA se apresentou na primeira ronda deste Caldas da Rainha Ladies Open. Pela frente teve uma das maiores promessas chinesas, Fangran Tian, que até começou bem, a liderar por 2-0. Porém, o ritmo que apresentou não o conseguiu manter muito por culpa de uma Pigossi mais experiente e com um plano tático bem delineado. Foi por isso de forma natural que a brasileira (medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio) impôs lentamente o seu jogo, acabando por triunfar por claros 6-3 e 6-0.

Igualmente em frente segue a húngara Timea Babos. Ex. N.25 da hierarquia mundial e n.1 de pares, a tenista magiar não deu hipóteses a uma Sara Lança que bem tentou encontrar argumentos para contrariar a sua oponente mas sem êxito. 6-1 e 6-1 foi o resultado. Por iguais números a norte-americana Dalayna Hewitt bateu a lusa Carolina Mesquita, no dia em que Angelina Voloshchuk voltou a mostrar um enorme potencial. A recém-sagrada Campeã Nacional SUB 16, que ocupa o lugar 854 do Mundo,  esteve quase a eliminar a francesa Alice Robbe, 223.ª WTA e que atingiu a terceira ronda do quadro principal de Roland Garros, mas acabou por ceder na reta final do segundo set, quando viu a gaulesa alterar alguns detalhes do seu jogo, fundamentais para o resultado final. Robbe venceu por 2-6, 7-5 e 6-4 e vai medir forças nos oitavos de final com a espanhola Nuria Parrizas-Diaz, segunda mais cotada nas Caldas (135.ª do Mundo).

Eliminadas prematuramente foram também a helvética Celine Naef, quinta favorita e 152.ª do ranking, que, mesmo motivada com o triunfo numa prova dotada com 80 mil dólares no seu país, não encontrou antidoto para se superiorizar a Nigina Abduraimova, do Uzbequistão. A tenista do leste venceu por 1-6, 6-3 e 6-3. Outra surpresa do dia foi o afastamento de Anastasia Zakharova, finalista em Leiria na passada semana, que cedeu ante a gaulesa Margaux Rouvroy (6-3 e 6-2), manifestando claramente algum cansaço acumulado, contrariamente a Sonay Kartal (campeã em Leiria) que se impôs a Lily Miyazaki, num duelo 100% britânico, que Kartal fechou por 6-3, 2-6 e 6-4. Uma última referência nos singulares para Alina Korneeva. A campeã do torneio da Figueira da Foz (100 mil dólares) foi muito pragmática no encontro que teve com a croata Lea Boskovic e o qual venceu por 6-3 e 6-4.

Nos pares, a dupla Francisca e Matilde Jorge entrou a ganhar graças ao triunfo ante as compatriotas Sara Lança e Angelina Voloshchuk, por  6-1 e 7-5. Teresa Franco Dias e Carolina Mesquita também ficaram pela primeira ronda, perdendo para a alemã Kathleen Kanev e a francesa Margaux Rouvroy, por 6-0 e 6-4. Surpreendentemente eliminadas foram a britânica Freya Christie e a checa Renata Vorakova, primeiras favoritas. No duelo com as irmãs ucranianas Maryna e Nadiya Kolb, perderam por 6-3 e 6-4, deixando mais cedo este torneio luso disputado no oeste. 

Partilha: