CROATA PETRA MARCINKO COROADA RAINHA

São 17 anos de um enorme potencial, os de Petra Martinko. A jovem croata, que já foi n.1 do Mundo de juniores no ano passado, confirmou o favoritismo na final da 4.ª edição do Caldas da Rainha Ladies Open e na qual derrotou a francesa Leolia Jeanjean, em apenas dois sets, pelos parciais de 6-4 e 6-1, ao cabo de 1 hora e 10 minutos.

Bancadas repletas de um público aficionado de uma prova que vai crescendo de forma sustentada. Começou melhor Marcinko, muito pragmática no seu ténis positivo, procurando sempre dominar os pontos e concluir com winner. Do outro lado do court e ciente das características da sua adversária, Jeanjean ia-se defendendo como podia, ora a tirar ritmo, ora a variar o jogo com tentativas de amortie ou lobs e ganhar tempo para se recolocar. De tal forma foi bem sucedida que, quando Marcinko se preparava para fechar a primeira partida, viu a gaulesa reduzir de 2-5 para 4-5, altura em que conseguiu encerrar o set.

No segundo parcial, foi evidente o desconforto de Jeanjean pela desvantagem, e só quando Marcinko se afastava com 4-0, é que a gaulesa de génio forte conseguiu o “jogo de honra”. Final de encontro com a croata a comemorar mais um título, o sexto numa carreira promissora e que tem como limite o…topo do ténis mundial feminino.

É um prazer jogar em Portugal e aqui nas Caldas da Rainha, todos me trataram muito bem, senti-me como se estivesse em casa”, começou por dizer a jovem campeã, concluindo: “Tenho ainda que trabalhar muito para igualar o que fiz no circuito júnior (foi n.1 do Mundo) mas o meu objetivo é chegar ao topo”.

Com esta vitória, Petra Marcinko levou para casa a maior fatia do prize money de 60 mil dólares + hospitalidade, qualquer coisa como 6100 euros. O dobro da sua adversária.

Na cerimónia de entrega de prémios Nuno Mota, Nuno Reis e Nuno Sardinha, os diretores da prova, contaram com as presenças do Presidente da Câmara Municipal da Caldas da Rainha, Vitor Marques, de Filipe Leitão da Fullprotein/Derovo,  Élio Cunha, Presidente da Associação de Ténis de Leiria e Santarém, Ricardo Jordão, da Decenio, Luis Tavares, da Liga T e Nelson Reixa, da Remax Rainha.

Partilha: