LUCREZIA STEFANINI REGRESSA PARA A DEFESA DO TÍTULO

Está de regresso mais uma edição do Caldas da Rainha Ladies Open e, mais uma vez, com um cartaz de luxo, composto por tenistas da nova geração e algumas consagradas que já alcançaram o topo do ténis mundial.

A liderar a lista de inscritas, a atual detentora do título, a italiana Lucrezia Stefanini, atualmente na posição n.º 100 do ranking WTA, e que chega com muita ilusão na defesa dos pontos alcançados no ano passado.

No segundo posto surge a ucraniana Daria Snigur, 123.ª na hierarquia e ex-campeã júnior de Wimbledon, que este ano já conquistou um torneio de 100 mil dólares em Vitória-Gasteiz (Espanha). A brasileira Laura Pigossi, 131.ª, que foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio (ao lado da compatriota Luisa Stefani), é outra das tenistas com presença confirmada aqui nas Caldas, juntando-se a ela a espanhola Nuria Parrizas-Diaz, 135.ª do Mundo (mas que já foi 45.ª WTA no ano passado), a francesa Leolia Jeanjean, 146.ª, ou a húngara Timea Babos, ex-top 25 em singulares e n.1 mundial de pares.

Da nova geração, destaque para as presenças da suíça Celine Naef, uma das maiores promessas do ténis helvético e que já está no lugar 162 do ranking, de Alina Korneeva, que, com apenas 16 anos, este ano já venceu na Figueira da Foz (100 mil dólares) e em Pretória, na África do Sul (60 mil dólares). A chinesa Fangran Tian, recém sagrada campeã nacional universitária nos Estados Unidos, também irá marcar presença neste torneio no quadro principal, beneficiando de um wild card da organização. Os restantes, atribuídos pela Federação Portuguesa de Ténis vão para as portuguesas  Matilde Jorge e Angelina Voloshchuk, já que a mais cotada das representantes lusas, Francisca Jorge, tem entrada direta no main draw.

É fundamental referir o apoio da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, da Federação Portuguesa de Ténis e da ITF (International Tennis Federation), para além dos patrocinadores principais, no caso, Remax Rainha, Fullprotein, Transwhite, Aki-del-Mar, Auto Júlio e Decenio.

Partilha: